sábado, 20 de julho de 2013

Arvores Frutíferas Fruta do Conde

Fruta-do-conde

Pinha ( Fruta-do-conde )

Origem

Antilhas, sendo introduzida no Brasil pela Bahia pela Conde Miranda, daí o fato de ser conhecida como “Fruta do Conde”

Outros nomes

Ata, Pinha, Condessa , Cabeça-de-Negro. Pertence à família da GRAVIOLA

Características

O fruto é meio redondo, com várias saliências elevadas; à medida que vai amadurecendo, essas saliências mudam de cor, passando do verde claro para o verde meio cinzento. A polpa tem gomos, as sementes são compridas, de cor preta brilhante, cobertas por uma massa doce, macia , perfumada e muito saborosa

Dicas para comprar

Prefira as que tenham coloração verde-clara, quando for consumi-la imediatamente. Não compre as que estiverem escuras, rachadas, moles e/ou mofadas. Se preferir comprar ainda verdes, guardar para amadurecer e consumir depois, deixe-as em local arejado, longe da luz natural ; se quiser que amadureçam mais rapidamente, embrulhe-as em jornal até que fiquem macias.

Dicas para consumir

Ao natural , em sucos, doces, purês (para usar em pratos salgados), sorvetes, musses, suflês , etc. uma boa dica é usar uma pequena colher , afastando as sementes. Para preparar pratos , use uma peneira, a fim de separar as sementes da polpa. Se preferir usar o liquidificador , é preciso ligar e desligar alternadamente, pois poderá esmagar as sementes, o que deixaria a preparação amarga.

Composição

É uma excelente fonte de vitamina C, tem complexo B, é rica em açúcares, vitaminas e sais minerais.

Indicações Terapêuticas

Anemia
Pela sua riqueza em vitamina C, pode ser combinada com alimentos que contêm ferro ;
Caspa
Misturar as sementes (depois de maceradas) com álcool e aplicar no couro cabeludo;
Cãibras
Ingerir o chá preparado com as folhas , deixadas em infusão;
Fonte: www.paty.posto7.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário